Seguidores

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Sentimento latente

96909:                                                                                                                            Sentimento latente . . . tais - Taís V. Mariano - Bruma Lilás
Sentimento latente . . .


Sentimento latente em meu ser
algumas vezes,poucas...
traída pelo toque dos teus dedos
o corpo expressando vontades ocultas
o tempo escondeu as dores infinitas
adormeceram na estação do temor
silenciosamente    percebo distâncias
subentendemos o oposto...
de um contrário do contrário
mergulhados permanecemos inertes
refugiando a alma no depois...
futuros incertos de existências
perdidos, fomos descomprazentes
ceifamos nossas vontades
transformamo-nos em duas sombras em fuga
sublimamos nossas angústias e tramas
não sabendo mais do certo ou do errado
somente as    convenções do mundo doente...
Minhas dessuetudes exageradamente anormais
febril,em delírios,
desenrolando tranças inúteis
olhar pudico desviando pedras do caminho
talvez pudessem ser lapidadas...talvez
covardia ou traumas da juventude...
Calores implícitos,sufocados por falsa moral
Sinto dizer-te,mas não há mais como...
regressar ao ventre materno
secou o sangue das veias da nossa coragem fluxível
a espera não se arrastará mais com as ventanias da vida
sem lutas... destinos desditosos e uma rotina desgarrada
Não é possível mensurar os desencontros
seremos ecos de uma paixão que definha
e sucumbe até    evaporar por si só
quero ainda viver muito,
desejo um novo amor!!!!
não somos imunes à foice do tempo futuro
que leva ao ventre de madeira,frio e úmido
embaixo da terra ...seremos fumaça para um depois...
não precisamos nos entregar à morte em vida
tudo vai passar e o novo amanhecer
trará o despertar das respostas...  

Publicado no site: O Melhor da Web em 19/10/2012
Código do Texto: 96909

4 comentários:

  1. Amigo(a) leitor(a) visite o link abaixo e conheça o e-book do concurso haicais de marte, o qual tive a felicidade de vencer com meu haikai “Arrozal” na categoria clássico. Leia o e-book e deixe seu comentário, ele é muito importante. Desde já agradeço.

    http://haicaienaomachuca.blogspot.com.br/2013/01/haicais-abduzidos.html

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do que vi !
    Muito difícil encontrar espaços bacanas como este :_)

    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...

    http://bolgdoano.blogspot.com.br/

    Agradeço desde já !

    ResponderExcluir
  3. Belíssimo!
    Não há o que comentar, apenas belíssimo, sublime!!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Com o novo amanhecer tudo se transforma em diferente, em possível... em recomeço.
    Lindo poema.
    Um abraço

    ResponderExcluir